Additional Pages
Custom Links
Connect With Us
MD Recursos Humanos | Vaga de Emprego | Chapecó | Profissionais mais maduros são os menos impactados pela crise do emprego, indica pesquisa
15795
post-template-default,single,single-post,postid-15795,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,side_menu_slide_from_right,footer_responsive_adv,qode-theme-ver-9.2,wpb-js-composer js-comp-ver-4.11.2.1,vc_responsive

Profissionais mais maduros são os menos impactados pela crise do emprego, indica pesquisa

Profissionais mais maduros são os menos impactados pela crise do emprego, indica pesquisa

Embora muita gente ainda se choque com a iminência da melhor idade, o fato é que a maturidade traz muitos ganhos. Isso acontece também no trabalho. Prova disso foi o impacto que a crise causou aos chamados “profissionais mais velhos”, frente aos jovens que estão no mercado de trabalho. Pesquisa realizada pela Catho mostrou que enquanto 17,4% dos jovens até 25 anos estão desempregados, esse índice cai para 12,2% entre pessoas a partir de 51 anos.

“A participação de profissionais entre 50 e 64 anos no mercado de trabalho formal cresceu quase 30% entre 2010 e 2015, além de ter aumentado também em 58,8% o número de profissionais com mais de 65 anos no mesmo período, o que deixa evidente o crescimento de oportunidades para esse perfil profissional”, explica a supervisora de assessoria de carreira da Catho, Larissa Meiglin.
Outro ponto interessante identificado pela pesquisa da Catho foi o poder de negociação entre os profissionais mais velhos e os empregadores, quando estão diante de uma proposta de trabalho. Quanto mais velha a pessoa, menor a possibilidade de ela aceitar a primeira proposta de emprego. Até 25 anos, apenas 15% das pessoas não aceitaram o primeiro salário oferecido. Entre 51 e 55 anos, 31% dos profissionais afirmaram não terem aceitado a primeira proposta.

Algumas áreas, especialmente, são mais propensas a manter e investir em profissionais mais experientes. Uma delas é a de serviços. Porém, outros segmentos também apresentam boa aceitação desses profissionais, como indústria de transformação e comércio. Normalmente, isso acontece porque os profissionais mais velhos têm experiência profissional maior e conhecimento técnico da área em que atua. Na esfera mais comportamental, a paciência e resiliência, características adquiridas com a maturidade profissional e aprimoradas com o tempo, são qualidades admiradas pelas companhias.

O fato é que muitas empresas têm aberto oportunidades e estão reconhecendo o valor e a importância desses profissionais dentro das organizações. Sua inserção aumenta gradativamente, ao passo que as empresas vão entendendo e validando a necessidade de ter profissionais experientes e com uma grande bagagem de carreira. Especialmente para auxiliar na execução das atividades estratégicas e dar suporte na tomada de decisão, eles estão sendo cada vez mais inseridos nas organizações.